domingo, 16 de novembro de 2008

História Economica e Social - 5ª Aula

5ª Aula – 2008/10/22

“O Levitã” é uma obra escrita por E. Morin que tem como principla temática a teoria da complexidade, ou seja, o método de análise de todas as ciências. O Levitã é um conceito de Hobbes. O Levitã é um monstro marítimo que entra na esfera metafísica. O livitã é para Hobbes, bem como para Morin, o Estado.

Para Morin, a humanidade passou primeiro pelo:
Paleo Sociedades, que foi o primeiro processo de humanização até chegar aos Sapiens, fazendo-se compor por dezenas de indivíduos.
Em segundo pelo:
Arqui Sociedades, que tem a ver com as sociedades arcaicas, ou seja, identifica a diferença entre a comunidade e a sociedade, falando-se então em clã tribos. Há o incio da produção de Cultura e dos movimentos culturais. Faz-se compor por centenas de indivíduos. “Tabu do Incesto” é inventado na Aqui Sociedade, e tem cariz cultural, tentando explicar o processo de evolução do ser humano e assim proibir as relações sexuais com a familiar nuclear (endogaria). Deste modo, era incentivada a Exogoria que é o processo de ter relações fora do grupo familiar chegado e por outro lado, o incentivo à aliança com outro grupo.
Em terceiro pela:
Sociedade histórica com Estado, tem como estrutura organizacional a Polis (cidade estado), hierarquizada, heterogénea, com relações de poder, na qual a exploração do homem pelo homem é uma constante. É a partir da Polis (cidade estado) que nasce o conceito de Nação (conceito já era moderna) e o conceito de Guerra (quando o homem perde as habilidades exclusivas de caçador) e se parte para a evolução do mercantilismo.

1 comentário:

:DouG disse...

Muito bacana seu blog, mas vc podia mudar as letras brancas e o fundo preto???